terça-feira, 24 de maio de 2011

Historinha - Maré de Deus


Um capitão está trazendo seu navio do Mediterrâneo, um mar sem maré, se comparado ao local de destino, um porto inglês.

Na boca de entrada ele recebe uma mensagem telegráfica:

"Deixe seu navio solto, esteja pronto em uma determinada hora e a maré trará seu navio para dentro."

Ele não compreendeu a orientação que era contra toda a sua experiência anterior, mas obedeceu. Como resultado, o navio foi levantado e levado pela maré até o porto...

--

Há quanto tempo você está tentando conduzir o barco de sua vida até o porto de seus sonhos?

Talvez já tenha buscado os caminhos da maré a favor e até da maré contrária, sempre com muita vontade e determinação, mas sem alcançar o sucesso tão almejado.

E por que isso tem acontecido?

Muitas vezes o motivo de nosso fracasso está exatamente na excessiva confiança em nossa própria capacidade.

Julgamos que somos competentes para enfrentar vento a favor e contra, estradas lisas ou esburacadas, terrenos planos ou montanhosos, e não percebemos que todos esses caminhos são equivocados e não nos levará a lugar algum.

Há momentos em que a única forma de se chegar ao cais da felicidade buscada é através da dependência exclusiva do Senhor Jesus.

Ao descansarmos na Sua presença, esperando a Sua intervenção e direção, seremos levantados por Seus braços de amor e conduzidos, mansamente, ao atracadouro de Suas maravilhosas bênçãos.

Você tem insistido em fazer apenas a sua vontade ou tem se deixado levar pela maré de Deus?


Amém!

Fernanda Rocha.

Um comentário:

Alfa & Ômega disse...

Que historinha mais linda, heim, Fernanda? Amei. Por vezes a dificuldade que temos de conduzir nosso barco ao porto seguro seja de fato o sentimento de que podemos resolver tudo sozinhos. Que o Senhor mostre-me cotidianamente que só sou capaz com a ajuda Dele. Meu abraço!