segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

8º Dia - Novena da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt


Estamos no Oitavo Dia da nossa Novena Abençoada!
Perseveremos com muita fé nessa Santa Devoção!

Certamente trazes preocupações em teu coração, por isto queres dirigir-te à Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, numa confiante súplica, através desta novena. O que dela esperas tu o sabes, mas o que deves fazer dir-te-ão as páginas seguintes. Esta novena não é apenas uma oração a ser pronunciada pelos lábios; mas a vida há de concretizar as palavras rezadas. Maria, por assim dizer, te toma pela mão e coloca ante teus olhos a sua vida, para que procedas segundo o seu exemplo. Experimenta fazê-lo com toda a confiança. A Mãe Três Vezes Admirável te atenderá em teus pedidos.


ORAÇÃO PREPARATÓRIA PARA CADA DIA

Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt! Com ilimitada confiança, me aproximo de ti, para receber o teu auxílio em minha grande aflição; pois teu Divino Filho, na cruz, me deu a ti como minha Mãe, dirigindo também a mim as palavras: "Eis aí tua Mãe!" E a ti disse Ele: "Eis aí teu filho!" Que consolo para mim, receber-te por Mãe!

Por isso dirijo-me a ti em meu grande sofrimento. Bem conheces minha pesada cruz. Peço-te, confiante, que me ajudes, ó grande Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, pois nunca se ouviu dizer que tenhas abandonado algum filho teu que buscou refúgio em ti. Tu mesma sentiste o peso e a aflição da vida! Estiveste ao pé da cruz, como a Mãe das Dores. E será que agora não vais atender o meu pedido, quando te confio, suplicante, o meu sofrimento? Não, jamais!

Tu és a Saúde dos Enfermos, a Consoladora dos Aflitos, o Auxílio dos Cristãos. Inspira-me, porém, a confiança especial o fato de seres chamada "Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável". Este honroso título expressa que sempre e em toda a parte és admirável.

Intercede, pois, junto ao teu querido Filho, para que me atenda. E, eternamente, quero cantar o teu Magnificat, bendizendo as misericórdias do Senhor. Amém.


8o DIA - UMA RESPOSTA DE DEUS A MARIA

"Minha hora ainda não chegou" (Jo 2, 4).

Não estás, desde ontem, ainda todo cativado pela pessoa da querida Mãe de Deus em seu ser encantador e humanitário? Ela teve muita ousadia em pedir um milagre; "Eles não têm mais vinho"! E qual a resposta do Filho que, em sua majestade divina, se encontrava diante dela? "Que há entre mim e ti? Minha hora ainda não chegou" (Jo 2, 4).

Maria recebeu uma recusa. Ouvindo as palavras, aparentemente duras, do Senhor, talvez estremeceu interiormente. Mas Ela não se retirou ofendida e confusa como nós, talvez, faríamos. Não. Maria creu imperturbavelmente: apesar de tudo, Ele ajudará! E não hesitou nenhum instante sequer...

Que tem a dizer-te com esta cena a querida Mãe de Deus? Seu procedimento deve servir de modelo para ti! Persevera na oração incessante. Não te retires do Senhor, desiludido, porque pediste e não foste logo atendido. Admiramos Maria, que apesar da recusa, logo falou com os servos e lhes deu ordens. Também tu deves esperar tudo do Senhor, como Maria, a "chamar os servos", isto é, confiar singelamente até seres atendido.

Cristo mesmo nos ensinou esta atitude. Recordemos a sua parábola: Durante a noite, um amigo vai à casa do outro, bate na porta e pede insistentemente que lhe abra e empreste pão. E porque ele não cessa de pedir, por fim o amigo se levanta e lhe dá o que precisa, não por ser seu amigo, mas para livrar-se dele (cf. Lc 11, 5-13).

Com esta parábola o Senhor quer dizer-te: também tu deves fazer como aquele que não se cansou de pedir. Portanto, não percas, tão depressa, a confiança e implora constantemente, esperando sempre o auxílio de Deus, em tuas aflições, mesmo se não fores atendido imediatamente.

"Tu conheces o meu caminho, sabes o tempo. Teu plano já está feito e colocado à disposição. Por isso espero, silencioso. Tua palavra não engana. Tu conheces o caminho e isto me basta!"

 
ORAÇÃO

Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt! Nas bodas de Caná livraste os noivos de um embaraço. E agora eu te peço: compadece-te também de mim e não cesses de pedir ao teu Filho em minhas necessidades. Confio em ti, ó Onipotência Suplicante, Mãe do Senhor. Amém.


APLICAÇÃO

Exercita-te, hoje, na paciência.


Faça tuas orações pessoais e entrega todo seu sofrimento, tua dor, tuas causas à Mãe e Ela intercederá por ti junto ao Pai.
Creia!

Amém!

Fernanda Rocha.

2 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Fernanda, perdoe-me, estou em falta com vc, mas parece que qdo temos um problema, aparece outros como uma enxurrada e com dor no coração acabei perdendo a novena. Eu que tanto necessitava. Minha cachorra deu cria no mesmo dia que apareceram os dois pedreiros: um para procurar um vazamento, outro para consertar as paredes dos quartos. Foi uma locura: a cachorra não aeitava os filhotes e queria mordê-los, tínhamos que nos revesar para olhá-la, mas acabamos descobrindo que era dor que ela sentia. No dia seguinte ela já se tornou uma mãezona. Tenho o problema da minha filha que martela em minha mente, enfim, prometo que lhe explico qquer hora, mas peço me ajude nas orações. Estou exausta com tudo e mais os quebra- quebras dos pedreiros. Abração!

Fernanda Rocha disse...

Minha querida Maria Luíza,

A vida é realmente uma loucura, não é mesmo? Tantos afazeres, problemas à resolver...

Mas é também uma dádiva de DEUS...

Não estás em falta comigo de maneira alguma! Não se preocupe...

Entro em contato porque passei a me preocupar com o seu bem estar; para saber se você e a Vanessa estão bem...
Apenas gostaria que soubesse que estou à disposição para ajudá-la como eu puder.
Quero lhe dar forças em Cristo Jesus.

E continuo orando... Sempre!

Beijos no coração!