sábado, 22 de janeiro de 2011

6º Dia - Novena da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt


Estamos no Sexto Dia da nossa Novena Abençoada!
Perseveremos com muita fé nessa Santa Devoção!
 
Certamente trazes preocupações em teu coração, por isto queres dirigir-te à Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, numa confiante súplica, através desta novena. O que dela esperas tu o sabes, mas o que deves fazer dir-te-ão as páginas seguintes. Esta novena não é apenas uma oração a ser pronunciada pelos lábios; mas a vida há de concretizar as palavras rezadas. Maria, por assim dizer, te toma pela mão e coloca ante teus olhos a sua vida, para que procedas segundo o seu exemplo. Experimenta fazê-lo com toda a confiança. A Mãe Três Vezes Admirável te atenderá em teus pedidos.


ORAÇÃO PREPARATÓRIA PARA CADA DIA

Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt! Com ilimitada confiança, me aproximo de ti, para receber o teu auxílio em minha grande aflição; pois teu Divino Filho, na cruz, me deu a ti como minha Mãe, dirigindo também a mim as palavras: "Eis aí tua Mãe!" E a ti disse Ele: "Eis aí teu filho!" Que consolo para mim, receber-te por Mãe!

Por isso dirijo-me a ti em meu grande sofrimento. Bem conheces minha pesada cruz. Peço-te, confiante, que me ajudes, ó grande Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, pois nunca se ouviu dizer que tenhas abandonado algum filho teu que buscou refúgio em ti. Tu mesma sentiste o peso e a aflição da vida! Estiveste ao pé da cruz, como a Mãe das Dores. E será que agora não vais atender o meu pedido, quando te confio, suplicante, o meu sofrimento? Não, jamais!

Tu és a Saúde dos Enfermos, a Consoladora dos Aflitos, o Auxílio dos Cristãos. Inspira-me, porém, a confiança especial o fato de seres chamada "Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável". Este honroso título expressa que sempre e em toda a parte és admirável.
 
Intercede, pois, junto ao teu querido Filho, para que me atenda. E, eternamente, quero cantar o teu Magnificat, bendizendo as misericórdias do Senhor. Amém.


6o DIA: A RESPOSTA DE DEUS A MARIA

À queixa de Maria: "Filho, por que procedeste assim conosco?" responde Jesus: "Não sabíeis que devo estar naquilo que é do meu Pai?" (Lc 2, 49).

Tal resposta Maria não esperou receber. Certamente foi como que um golpe para o seu coração de Mãe! Terá Ela ainda sido capaz de pensar? Mais uma vez se lhe reavivou toda a dor dos últimos três dias: noites sem descanso, medo e incerteza pelo Filho perdido... E agora Jesus está diante dela, belo e cheio de majestade divina, atingindo com sua resposta o mais profundo sentimento do seu coração materno.

Maria reencontrou e, ao mesmo tempo, perdeu seu Filho! O Pai Celestial tinha o primeiro direito a Ele. Seu coração materno devia calar-se. Ela devia unir-se a Jesus no "sim" à vontade do Pai e, desta maneira, reencontra-lo num nível muito mais elevado: na vontade paternal.Maria não compreendeu logo o que disse seu Filho. Mas, guardou tudo em seu coração.

E tu, como reages em semelhante situação?

Talvez também perdeste teu filho e a incerteza por alguns dos teus entes queridos te oprime. Ou perdeste bens e haveres; perdeste tua felicidade, tua saúde e - o que seria ainda pior - a paz do coração, o próprio Deus...

Não sabes que também tu deves estar naquilo que é do Pai, que é do teu Deus? Se pelo pecado grave, perdeste o supremo Bem, se perdeste a Deus, então vai à procura dele "no Templo". Reconquista a paz do coração, através de uma boa confissão.

Porém, se perdeste bens terrenos, entrega-te, abandona-te à vontade paternal de Deus. Talvez ainda não compreendes o que Ele quer dizer-te por meio desse sofrimento. Mas uma coisa é certa: a vontade de Deus te dirige. Por isso, não te revoltes. Age como Maria: reflete, reza e entrega-te totalmente nas mãos da Divina Providência. Os planos de Deus são planos de amor e de sabedoria. E Maria te compreende, justamente agora que tuas aflições te cercam como um alto muro. Apóia-te em Deus e segura a mão da Mãe. Sempre que experimentas insegurança, reza:

"Se eu não sei o caminho, Tu bem o conheces. Isso torna a minha alma tranqüila e cheia de paz.
Por isso vã é minha preocupação e o pulsar angustiado do meu coração."


ORAÇÃO

Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Implora-me a virtude da confiança em Deus e a graça de considerar sempre a tua santa vontade como o mais alto bem. Confio inteiramente em ti e peço insistentemente, que não me abandones, mas intercedas o auxílio de Deus em minha aflição. Amém.


APLICAÇÃO

Não te queixes, hoje, com as situações desfavoráveis. Mas lembra-te que agora podes também estar naquilo que é do Pai: na sua santa e sábia vontade.


Faça tuas orações pessoais e entrega todo seu sofrimento, tua dor, tuas causas à Mãe e Ela intercederá por ti junto ao Pai.

Creia!

Amém!

Fernanda Rocha.

Nenhum comentário: